20 de mai de 2013

Filme: A Hora do Pesadelo


A Hora do Pesadelo (A Nightmare on Elm Street)
Gênero: Terror
Data de Lançamento: 16/11/1984 (EUA)
Diretor: Wes Craven

Sinopse: Um grupo de adolescentes tem pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger (Robert Englund), um homem que molestou crianças na rua Elm e que foi queimado vivo pela vizinhança. Agora Krueger pode retornar para se vingar daqueles que o mataram, através do sono.

****

One, two, Freddy's coming for you. Three, four, better lock your door. Five, six, grab your crucifix. Seven, eight, gonna stay up late. Nine, ten, never sleep again.

"Never sleep again (nunca dormir de novo)", esse é um dos versos da música cantada pelas crianças assassinadas por Freddy Krueger. Imagine um monstro que pode te matar através de um pesadelo e sua única alternativa é não dormir. Essa é a premissa do clássico lançado em 1984, A Hora do Pesadelo.

Não é a primeira vez que assisto a esse filme, e é muito difícil alguém nunca ter visto, mas dessa vez tentei limpar a mente e assistir como se fosse a primeira vez. Por que fiz isso? Para poder enxergar o ótimo trabalho de Wes Craven. Freddy Krueger já é uma figura batida hoje em dia, devido as inúmeras continuações do filme, muitas delas desnecessárias. Por esse motivo muitos esquecem que ele foi um grande vilão, que marcou época.

"A Hora do Pesadelo" possui algo raro no cinema atual, criatividade. O enredo é bom e a caracterização do vilão é melhor ainda, os efeitos especiais são ótimos para a época. Não considero o Freddy Krueger um vilão assustador, mas me lembro de ter medo dele na infância.

Esse é o primeiro filme do ator Johnny Depp, ele interpreta Glen, o namorado da protagonista Nancy. E é com ele uma das cenas mais marcantes do filme, a da fonte de sangue que é jorrada da cama para o teto. Não tem como avaliar a interpretação do Johnny, pois era o começo de tudo, mas ele está bem confortável diante da câmera,  mostrando um talento que até ele desconhecia na época.



Minha Classificação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo