19 de abr de 2015

Parceria: Editora Arqueiro, Sextante e Saída de Emergência Brasil

É com muita alegria que anuncio a primeira parceria do blog, e não poderia ser com editoras melhores, pois me identifico muito com elas e estou muito feliz que acreditaram e apostaram no Garota de Dezembro. Vamos conhecê-las melhor?


Editora Arqueiro

Geraldo Jordão Pereira (1938-2008) começou sua carreira aos 17 anos, quando foi trabalhar com seu pai, o célebre editor José Olympio, publicando obras marcantes como "O menino do dedo verde", de Maurice Druon, e "Minha vida", de Charles Chaplin.
Em 1976, fundou a Editora Salamandra com o propósito de formar uma nova geração de leitores e acabou criando um dos catálogos infantis mais premiados do Brasil. Em 1992, fugindo de sua linha editorial, lançou Muitas vidas, muitos mestres, de Brian Weiss, livro que deu origem à Editora Sextante.

Fã de histórias de suspense, Geraldo descobriu O Código Da Vinci antes mesmo de ele ser lançado nos Estados Unidos. A aposta em ficção, que não era o foco da Sextante, foi certeira: o título se transformou em um dos maiores fenômenos editoriais de todos os tempos.

Mas não foi só aos livros que se dedicou. Com seu desejo de ajudar o próximo, Geraldo desenvolveu diversos projetos sociais que se tornaram sua grande paixão.

Com a missão de publicar histórias empolgantes, tornar os livros cada vez mais acessíveis e despertar o amor pela leitura, a Editora Arqueiro é uma homenagem a esta figura extraordinária, capaz de enxergar mais além, mirar nas coisas verdadeiramente importantes e não perder o idealismo e a esperança diante dos desafios e contratempos da vida.

Arqueiro nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram



Editora Sextante

Numa época em que o homem só dispunha do céu e das estrelas para se orientar, o Sextante era uma ferramenta fundamental para se atingir o destino desejado. Observando através do Sextante, o navegador se norteava, medindo a distância entre os astros e o horizonte.

Foi por essa razão que escolhemos o nome Sextante para nossa editora. Vivemos, nesse início do terceiro milênio, um momento de inquietação e ansiedade, em que a aparente perda de valores essenciais convive com uma intensa busca da felicidade. Conscientes dessa realidade, investimos para que cada produto da Sextante seja um instrumento precioso para alcançar a paz interior, a espiritualidade e o crescimento pessoal, tratando sempre de temas importantes para a plena realização humana.

Tendo por denominador comum a busca da felicidade e da realização pessoal, nossos livros abrangem temas que vão do desenvolvimento espiritual à descoberta da vocação profissional, passando pela conquista da própria identidade e do amor que se deseja.

Fundada em 1998, a Sextante tem entre os seus autores Brian Weiss, James Van Praagh, James Hunter, Augusto Cury, Allan e Barbara Pease, Mark W. Baker e Hugh Prather.

Site oficial: www.esextante.com.br
Sextante nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram




Editora Saída de Emergência

A editora Sextante e a editora portuguesa Saída de Emergência, dos irmãos António Vilaça Pacheco e Luís Corte Real, darão início a uma nova operação: A Saída de Emergência Brasil. Assim como a sócia portuguesa, a nova editora é dedicada a livros de fantasia e romances históricos luso-brasileiros.

A Coleção Bang! lançará títulos de horror, ficção científica e fantasia. Os primeiros livros a serem lançados ainda em 2013 são "Mago - Aprendiz", de Raymond E. Feist, considerado uma obra-prima da literatura fantástica, "A Corte do Ar", de Stephen Hunt e "Tigana", de Guy Gavriel Kay, que revolucionou a fantasia histórica. De acordo com o cronograma editorial, a previsão é publicar um novo livro por mês em 2014. Repetindo uma experiência bem sucedida em Portugal, a nova editora também publicará uma revista quadrimestral dedicada à cultura do fantástico, desde a literatura ao cinema e HQs, não faltando entrevistas, ensaios e ficção. O melhor da revista? A distribuição é gratuita.
Publicado em 30 Setembro 2013

Site oficial: sdebrasil.com.br
Saída de Emergência nas redes sociais: Facebook | Twitter | Instagram

18 de abr de 2015

Resenha: A Mais Pura Verdade

A Mais Pura VerdadeAutor: Dan Gemeinhart
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Número de páginas: 224
Gênero: Drama
Onde comprar: Americanas | Submarino | Saraiva | Fnac | Shoptime | Livraria da Travessa | Livraria da Folha

A Mais Pura Verdade é o primeiro livro do autor Dan Gemeinhart, uma encantadora história sobre um menino que ao lado de seu cachorro parte em busca da maior aventura de sua vida.

Mark é um menino de doze anos que sofre de câncer e decide fugir de casa ao lado de seu cãozinho Beau para realizar seu sonho, escalar o Monte Rainer. Para viver essa aventura ele leva consigo uma máquina fotográfica, equipamento de alpinismo, caderno e caneta, passagem de trem (só de ida) e remédios.

O protagonista dessa história é uma criança muito especial, ele gosta de registrar momentos através de fotografias e escrever haicais (poemas em três linhas, cada linha sempre com o mesmo número de sílabas). Nutre um amor muito grande por seu cachorro e tem uma grande amiga chamada Jessie. Por estar doente desde os cinco anos, ele tem uma visão da vida diferente da maioria das crianças, uma mistura de tristeza e raiva.

"Isso é uma coisa que eu não entendo: por que as pessoas gostam de levar consigo uma coisa que as faz lembrar de que suas vidas estão indo embora."

Durante seu trajeto ele encontra vários obstáculos, momentos de tirar o fôlego, incluindo uma fissura na montanha (aquela da capa), que fez meu coração disparar por causa de Beau. Algumas pessoas cruzam seu caminho e de alguma forma o ajudam a seguir em frente. São vários momentos que juntos constroem um grande significado para Mark e para o leitor também.

"Vamos atrás de montanhas no meio das nuvens para que tudo pareça valer a pena, como se isso tivesse algum significado. E, às vezes, nós a encontramos. E seguimos em frente."

6 de abr de 2015

Primeiras Impressões: A Playlist de Hayden

Como comentei na última Caixa de Correio, recebi da editora Novo Conceito os oito primeiros capítulos do livro A Playlist de Hayden, agora trago para vocês as minhas impressões sobre a história.

Sam é um estudante do ensino médio que encontra seu melhor e único amigo morto. Hayden cometeu suicídio e deixou apenas uma playlist para seu amigo entender o porquê de ter tomado essa decisão extrema. É fato que ele sofria bullying, principalmente da trifeta do bullying que era formada por seu irmão mais velho Ryan e seus amigos Jason Yoder e Trevor Floyd. Além de pais que não o escutavam e criticavam seu modo de ser, incluindo seu peso. Mas existe um mistério sobre a festa que aconteceu na noite anterior ao suicídio, algo que Sam não quer pensar e o leva a um ciclo de raiva/culpa/saudade.

Precisei pausar minha leitura de Christine (Stephen King) para ler A Playlist de Hayden e me deparei com duas coincidências, ambos se passam em Libertyville e iniciam cada capítulo com uma música. A parte da trilha sonora é um diferencial que torna o livro ainda mais interessante, estou ouvindo as músicas conforme leio os capítulos e tento ao lado de Sam desvendar a mensagem deixada por Hayden através dessa playlist composta de músicas tristes, mas de muito bom gosto.

A frase estampada na capa do livro, resume muito bem a essência dessa história: "Você nunca conhece uma pessoa até ouvir o que ela gosta". A depressão causada pelo bullying é algo muito sério, os pais deveriam prestar mais atenção nas letras das músicas que seus filhos ouvem, e não apenas criticar seu gosto musical. Em geral todos nós gostamos de determinadas músicas porque de certa forma nos identificamos com elas.

A Playlist de Hayden me envolveu completamente e o oitavo capítulo trouxe um mistério ainda maior para a história, e não vejo a hora de ter a oportunidade de terminar a leitura. Hoje, dia 06 de abril é o lançamento do livro!

2 de abr de 2015

Caixa de Correio #03

Recebi da editora Novo Conceito o exemplar completo de "A Mais Pura Verdade" e os 8 primeiros capítulos de "A Playlist de Hayden". Estou muito ansiosa para terminar de ler a aventura de Mark e Beau e já comecei a ler A Playlist de Hayden que se mostrou um livro muito interesse que aborda o bullying.

A Mais Pura Verdade
por Dan Gemeinhart

NUNCA É TARDE DEMAIS PARA VIVER A MAIOR AVENTURA DA NOSSA VIDA.

Em todos os sentidos que interessam, Mark é uma criança normal. Ele tem um cachorro chamado Beau e uma grande amiga, Jessie. Ele gosta de fotografar e de escrever haicais em seu caderno. Seu sonho é um dia escalar uma montanha.

Mas, em certo sentido um sentido muito importante , Mark não tem nada a ver com as outras crianças.

Mark está doente. O tipo de doença que tem a ver com hospital. Tratamento. O tipo de doença da qual algumas pessoas nunca melhoram.

Então, Mark foge. Ele sai de casa com sua máquina fotográfica, seu caderno, seu cachorro e um plano. Um plano para alcançar o topo do Monte Rainier. Nem que seja a última coisa que ele faça.

A Mais Pura Verdade é uma história preciosa e surpreendente sobre grandes questões, pequenos momentos e uma jornada inacreditável.
A Playlist de Hayden
por Michelle Falkoff

Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente

Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.

A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo